Símbolo final da quase campanha de Serra

1 out

Retirado de:  Blog do Zé Dirceu

Nada mais eloquente sobre os meses de quase campanha de José Serra (PSDB-DEM-PPS) do que o ato final de encerramento de sua participação na disputa presidencial deste ano, realizado ontem no bairro da Móoca, onde ele nasceu, na Zona Leste paulistana.
No ato, esvaziado, sem povo e sem seus companheiros tucanos – todos o abandonaram – José Serra era a imagem da desolação. De certa forma era o retrato fiel do que foi sua jornada nesta disputa presidencial. Centralizador, ele caminhou sozinho, com passos erráticos e nem mesmo os candidatos do PSDB o quiseram em suas campanhas nos Estados.

Num clima melancólico, sem a companhia das lideranças nacionais tucanas que não compareceram com a justificativa de estarem em campanha em seus Estados, José Serra, protagonizou as últimas cenas de sua campanha com um discurso de 15 minutos.  Ainda tentou mostrar-se otimista e transmitir ânimo aos presentes. O esforço foi inútil. Não conseguiu, registram os jornais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: